27 de janeiro de 2010

A lua

A lua vem passando
pelas as entranhas da nuvens
E num passe de magica
ela desaparece
Vem surgindo um clarão
por entre as estrelas e montanhas
O seu movimento vagaroso
a deixa mais brilhante
que chega a ofuscar os
olhos de quem aprecia
Formas contornos
diversas e variáveis
É assim que ela
deixa o seu encanto
por onde passa
Sua "áurea" vem com o "DOM"
de fazer se apaixonar
SOL e LUA

ambos tão distantes
mais ao mesmo tempo
tão perto
Mais com um único propósito
Dar vida e amor...

2 comentários:

Danielle Mayara disse...

A distância impede o toque, mas as palavras continuam correndo.
E enquanto elas existirem, haverá forças para continuar.

Obrigada por ser.

Rαpнαєl disse...

e é através dela que tudu esta acontecendo..

Postar um comentário